Trata-se de um parafuso de metal confeccionado em liga de titânio com o formato da raiz dentária. É colocado no osso alveolar com a função de suportar próteses que irão substituir dentes perdidos.

A colocação de implantes é um recurso seguro e bastante eficiente para aqueles que perderam dentes ao longo da vida, devolvendo eficiência mastigatória e segurança ao falar e sorrir.

Para uma correta indicação do tratamento com implantes dentários são necessários exames complementares laboratoriais, radiografias e tomografias para verificação das condições de saúde geral e bucal do paciente.

O tempo de duração do tratamento varia de acordo com a técnica empregada: implante normal ou implante imediato (quando se instala o implante na mesma etapa cirúrgica da extração de um dente).

Outro fator que faz o tempo de tratamento ser mais curto ou longo é com relação a colocação da prótese sobre o implante, podendo variar de algumas horas até 4 ou 5 meses.

Cabe salientar que cada uma das técnicas apresenta vantagens e desvantagens e indicações precisas para cada caso.

Fundamental para o sucesso e longevidade da reabilitação com implantes é o diagnóstico correto da causa das perdas dentárias para que a função seja restabelecida de modo a não comprometer o tratamento proposto.